Quinta-feira, 30 de Junho de 2005

Luís Vaz de Camões

Gostei do último Spot da PT! O soneto de Camões é tão actual como os dias de hoje como certamente nos dias em que foi escrito.Mudam-se os tempos¸ mudam-se as vontades¸Muda-se o ser¸ muda-se a confiança;Todo o Mundo é composto de mudança¸Tomando sempre novas qualidades.Continuamente vemos novidades¸Diferentes em tudo da esperança;Do mal ficam as mágoas na lembrança¸E do bem¸ se algum houve¸ as saudades.O tempo cobre o chão de verde manto¸Que já coberto foi de neve fria¸E em mim converte em choro o doce canto.E¸ afora este mudar-se cada dia¸Outra mudança faz de mor espanto:Que não se muda já como soía.

publicado por soprodeanjo às 21:24
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Junho de 2005

sempre te visitarei feiticeira_da_noite

Um forte apoio te dou e sempre te visitarei.Assumes um começo de "nova vida" e eu... bem¸ nem sei ainda... ando muito "timido" nas decisoes e nao sei bem o que fazer. Sinto-me ENCURRALADO!!! Mas¸ das tuas certezas espero tambem encontrar o real motivo desta minha forma de sentir¸ e sim depois¸ conseguir avançar. Desejo-te as melhor alegrias "irmã da dor"... lembras-te a primeira vez que te descrevi assim?Um beijo muito grande AMIGA.para ... http://feiticeiradanoite.blogspot.com/2005/06/um-novo-inicio.html

publicado por soprodeanjo às 18:25
link do post | comentar | favorito

O amanhã

Sim¸ ainda existo¸ não em blog mas aki agora para te dizer que não gostei deste teu Post! Perdoa-me a sinceridade. O amanha existirá sempre desde que exista a esperança de querer ver o sol nascer. Por isso¸ no dia que o sol não nascer¸ tambem eu não existirei. Até lḠquero viver e tu tambem. Porquê? Porque sim. Apenas isto bastará. São agora 23h30. Sinto-me cansado. Não fiz o que me propus a fazer (arrumar e preparar uma base de dados e respectivo manual para a esposa de um amigo)¸ mas ajudei uma pessoa que dizem ser um tremendo estupido (mais de 2 horas ao telefone a resolver um problema técnico de computador). Nos entretantos ligou o meu irmao¸ o meu pai e uma amiga mandou uma sms. Pedi-lhes que ligasse mais tarde e nao respondi logo à mensagem. Valeu a pena? Hum... nao sei¸ mas estou de consciencia que as outras pessoas tambem precisam de nós¸ e não só as que estao mais perto. Liguei com calma ao meu irmao¸ falei com o meu pai e liguei à minha amiga que não atendeu :( Existe um amanha¸ enfim¸ falarei com ela amanha. Ontem descobri uma coisa estranha em mim¸ que nao estava a aceitar mt bem¸ ou melhor¸ não tinha pensado muito sobre isso: Eu tenho vivido mt sozinho de há uns 10 anos para cá. E custa-me a fazer coisas pelos outros que interfiram na minha "rotina" pessoal. Estou a mudar isso ultimamente. Não e´ contrafeito¸ mas porque necessito disso.E assim continuo nesta quimera da procura do meu eu. Fico muito contente por saber que existe mais um dia amanha¸ porque assim posso tentar encontrar-me um pouco mais e assim sentir-me bem comigo mesmo dentro de mim. Descança agora¸ amanhã estaremos preparados para mais um dia de desafio. beijo(resposta ao artigo)

publicado por soprodeanjo às 18:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Junho de 2005

Todas as Cartas de Amor são Ridículas de Álvaro de Campos

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.
Também escrevi em meu tempo cartas de amor¸
Como as outras¸
Ridículas.

As cartas de amor¸ se há amor¸
Têm de ser
Ridículas.

Mas¸ afinal¸
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas¸
Como os sentimentos esdrúxulos¸
São naturalmente
Ridículas.)

publicado por soprodeanjo às 21:42
link do post | comentar | favorito

palavras

as palavras nao se devem guardar¸
perdem o valor com o tempo e todo o seu verdadeiro sentir.
nao deixam de ser palavras e por isso¸ morrem.

publicado por soprodeanjo às 18:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 12 de Junho de 2005

Abandono

Não sinto o abandono de Deus¸ mas sinto-me abandonado dentro de mim¸ no meu proprio ser e continuo eu a procurar-me...

publicado por soprodeanjo às 22:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Junho de 2005

Nada mais

Nada mais me interessa senão aguentar as lágrimas que por alguem choro.
Nada mais quero senão limpar este sal que me queima os olhos e me atravessa o rosto.
Nada mais preciso senão conseguir aguentar a dor maior que me foi infligida.
Nada mais me interessa senão não me desviar no caminho que decidi para me encontrar.
Nada mais anseio senão ser um dia feliz.
Nada mais desejo senão viver.

De tudo¸ tudo o que sou e fiz de nada vale.

Nunca¸ jamais¸ poderei aceitar qualquer decisão para a vida à rebelia de um sentimento tão forte como é o amor.

publicado por soprodeanjo às 17:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 8 de Junho de 2005

Um desabafo diferente...

Sinto-me em colapso... tento segurar o que se passa à minha volta... viro-me para cada lado e sinto que não me enquadro...

Afinal quem sou eu¸ e o que faço aqui?
De tudo o que sou e tenho feito tudo perde o sentido cada vez mais... vou me ocupando e assim disperso os pensamentos que me assolam a toda a hora.

Saí à pouco com um amigo do trabalho¸ fui comer uns caracóis e espairecer um pouco. A meio perguntou-me o se teria passado comigo ontem ao almoço... estava "apático... estranho"... Sinceramente nem me apercebi disso¸ mas ele ainda me perguntou: " é sobre a cena da tal miuda?" ... nem fui capaz de responder ou sequer desabafar... simplesmente respondi que "não me apercebi" e mudei de assunto¸ mas ficou-me na ideia ... enfim¸ nem sequer consegui falar disso¸ já não consigo...

No outro dia uma amiga perguntou-me como estão as coisas. Fui um pouco brusco e disse "Não estão! Não quero falar mais disso."

... não consigo falar sobre isso. Prende-me a garganta e começo a sentir um verdadeiro aperto no peito... como agora ao escrever isto...

Agora estou aqui a escrever este meu desabafo¸... é para isto que servem os blogs¸ pelo menos os que tenho visto... como se fosse um diário...

publicado por soprodeanjo às 20:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Junho de 2005

Desactivar

Lembras-te de te ter dito que este Blog seria por ti¸ para ti?
Pois¸ agora perde todo o sentido. Tu sabes porquê.

Pensei que soubesses quem eu sou¸ mas acabei descobrindo que sou eu quem não sabe quem és.

Disse-te que lutaria por ti¸ mas não contra ti... desta vez foi muito duro.
Evitei dar-te um sinal de mim e confesso que adiei várias vezes dizer-te algo em resposta ao teu comentário.
Eu sei quem sou. Sou verdadeiro no que sinto. Tu sabes.

Tudo o que escrevi neste blog foi para ti¸ por ti¸ mas já entendi que tudo o que possa vir de mim não te interessa¸ daí ter tomado uma decisão.

Tenho alguns leitores assiduos para 50 textos originais¸ cheguei às 200 visitas¸ mas magoado bem lá no fundo este blog deverá ser desactivado e totalmente apagado.

publicado por soprodeanjo às 20:27
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Junho de 2005

"Lutar ou Desistir" by PrisioneiraDaDor

AnjoAprisionado.jpg"Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que¸ com frequência¸ poderíamos ganhar¸ por simples medo de arriscar! Shakespeare Pois é esta frase pode ser um resumo de uma parte da minha vida. Ja sofri e me arrependi imenso do que não fiz por causa do medo de arriscar¸ do medo de não ser amada¸ de as coisas não correrem como "sonhava". Mas tambem aprendi a lição agora arrisco sempre mesmo que quebre a cara pois não ha nada pior do que saber que não tentamos¸ que não lutamos para atinguir a felicidade. O pior nestas situações são mesmo as duvidas que se instalam dentro de nós e que nem sempre sabemos o modo como afasta-las e supera-las ou lidar com elas. Mas tambem acho que todas as respostas as nossas duvidas¸ incertezas encontram-se dentro de nos. Sei que as vezes é dificil superar as inseguranças¸ mas de que adianta desistir a meio?? E não lutarmos pela nossa felicidade se bem que os contras dessa luta pode ser bem dolorosa. Aqui reside um dilema¸ que fazemos: Lutamos ate ao fim¸ pois assim temos acerteza que tentamos tudo pra ser felizes¸ mesmo que isso nos torne a magoar¸ a desiludir e nos deixar pior do que estavamos ou Desistimos a meio porque temos medo de nos magoar e nesta altura poderemos sempre conseguir superar esta dor que sentimos? Fazendo com que a angustia não aumente?Escrito por PrisioneiraDaDor no dia maio 11¸ 2005.Obrigado por deixares partilhar o teu desabafo PrisioneiraDaDor. AsadeAnjo

publicado por soprodeanjo às 20:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 3 de Junho de 2005

Eu de Florbela Espanca

Eu sou a que no mundo anda perdida¸
Eu sou a que na vida não tem norte¸
Sou a irmã do Sonho¸ e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...

Sombra de névoa ténue e esvaecida¸
E que o destino¸ amargo¸ triste e forte¸
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou¸
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

</i>Florbela Espanca</i>

publicado por soprodeanjo às 17:18
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O tema do Blog - Kimi o n...

. Amizade

. Silêncio respirar

. Mãe...

. Acordei

. chamar...

. Ausência de longa reflexã...

. sonhos que desesperam

. Sonho vão

. O meu sopro

.arquivos

. Abril 2012

. Janeiro 2010

. Maio 2008

. Abril 2008

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

SAPO Blogs

.subscrever feeds